• Manuel Amaro Bernardo 08-05-2018

    Manuel Amaro Bernardo, Coronel de Infantaria/Exército, na reforma. Esteve oito anos em África (Angola e Moçambique), nas quatro comissões por imposição (escala) que cumpriu em 1961/73. No pós-25 de Abril, fez parte do Posto de Comando, na Amadora, na contenção do golpe de 25 de Novembro de 1975 e...

Sara F. Costa, autora de quatro livros de poesia, dois editados pela Âncora Editora “O Sono Extenso” (2011) e “O Movimento Impróprio do Mundo” (2016) foi este ano convidada a participar neste ciclo de debates e leituras pela organização da décima edição do Festival Internacional de Poesia e Literatura de Istanbul. Este é um festival que tem colocado Istanbul como uma capital cultural e literária no mundo e promovido o diálogo intercultural sobretudo entre a literatura europeia e a literatura turca. Por este festival já passaram nomes como o poeta esloveno Tomaž Šalamun, o poeta, romancista e ensaísta ucraniano Adam Zagajewski, e o poeta e guionista de TV, David Harsent. Sara F. Costa é a terceira portuguesa a ser convidada para participar neste festival. Depois de José Saramago em 2007 e Luis Filipe Sarmento em 2016, a aposta vai para a poesia contemporânea. Segundo o organizador Cenk Gultekin “A literatura portuguesa encontra-se pouco representada no continente europeu, devido à falta de fundos e de políticas culturais efetivas” acrescenta que nesta edição estão a tentar “dar passos no sentido de promover os talentos emergentes”. José Saramago esteve na estreia deste festival em 2007 e juntamente com outros autores que ali conheceu, ajudou a fundar o Parlamento de Escritores Europeus. O Festival Internacional de Poesia e Literatura de Istanbul nasce da ideia conjunta de três poetas turcos: Adnan Ozer, Tuğrul Tanyol e Metin Celal. O objetivo era erguer um festival literário europeu permanente em Istambul. Neste momento existem seis festivais de literatura em Istanbul, sendo este o mais antigo.  

Şiir Festivali