Antero dos Inocentes Pires nasceu em Bragança, em 1951, onde estudou até ao antigo 7.º ano (incompleto). Com 19 anos veio para Lisboa, ingressando no Ministério das Finanças como Aspirante Provisório.

Em 10.10.1972 iniciou o serviço militar obrigatório no RI5 – Caldas da Rainha, onde concluiu o 1.º ciclo do CSM, tendo sido convocado para fazer provas de ingresso no curso de comandos. Em 17.01.1973, ainda soldado miliciano, embarcou para Angola. De 25.01 a 17.05.1973 frequentou o 26.º curso de comandos no CIC – Centro de Instrução de Comandos – Angola, no final do qual recebeu o crachá e foi graduado em furriel miliciano. De 17.05.1973 até 03.01.1975 integrou a 2042.ª companhia de comandos, tendo operado na Zona Militar Norte e na Zona Militar Leste, ambas da Região Militar de Angola, integrando também o recém-formado Batalhão de Comandos 11 – Amadora a partir de 09.08.1974. Foi louvado pelo Exmo. Comandante do CIC em O. S. n.º 170 de 23.07.1974.

Em 07.02.1975 regressou ao Ministério das Finanças, onde exerceu funções até 31.05.2006, data em que passou à situação de aposentação. Coleciona pedras que recolhe na Natureza, valorizando exclusivamente a vertente estética dos exemplares. Sito na aldeia de Montesinho, e aberto ao público em horário sazonal, tem um espaço expositivo onde mostra os mais belos exemplares da sua coleção.

Livros publicados na Âncora Editora:

Luvuéi – A maior emboscada sofrida pelos comandos