Mário Castrim, pseudónimo de Manuel Nunes da Fonseca (Ílhavo, 31 de Julho de 1920 - Lisboa, 15 de Outubro de 2002) foi um jornalista, escritor e crítico da televisão portuguesa.
Era casado com a escritora e jornalista Alice Vieira e pai da jornalista e escritora Catarina Fonseca, e de André Fonseca.

Trabalhou no jornal Diário de Lisboa, no semanário Tal & Qual, e na revista para jovens Audácia, dos Missionários Combonianos.
Criou, em 1963, o Diário de Lisboa Juvenil, onde se formaram grandes nomes de intelectuais, escritores e jornalistas.
Foi membro do júri para o Prémio Europeu de Televisão.

Tem vasta obra no campo da poesia, conto, do teatro radiofónico para crianças, entre outras.

 

Livros publicados na Âncora Editora

A Caminho de Fátima