Aniceto Afonso nasceu em Armoniz, Vinhais, em 1942, e frequentou a escola primária noutra aldeia próxima, Sobreiró de Baixo. Estudou no Liceu Nacional de Bragança e fez o curso da Academia Militar na Amadora e em Lisboa. Esteve em Angola e em Moçambique durante a Guerra Colonial. Integrou o Movimento dos Capitães e o Movimento das Forças Armadas.

Participou na Revolução Portuguesa e viveu os tempos de construção do novo regime democrático em Lisboa. É sócio fundador da Associação 25 de Abril.

Fez o curso de História e o mestrado em História Contemporânea de Portugal na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É membro da Comissão Portuguesa de História Militar e investigador do Instituto de História Contemporânea (FCSH/UNova).

Foi diretor do Arquivo Histórico Militar, onde contactou com milhares de camaradas seus, cuidadosamente guardados em prateleiras.

Tem livros publicados no âmbito da História, sobre a Guerra Colonial e a Grande Guerra e participa com frequência em colóquios sobre estes temas.

Gosta de destacar o seu livro O Meu Avô Africano, reflexão sobre o fim do império, em que esteve envolvido.

Outras obras do autor (algumas em co-autoria): A Guerra; A Conquista das Almas; Alcora – O Acordo Secreto do Colonialismo; Macau, Século XXI; Portugal e a Grande Guerra, Os Anos da Guerra Colonial; Grande Guerra – Angola, Moçambique e Flandres (1914-1918); História de uma Conspiração – Sinel de Cordes e o 28 de Maio; Guerra Colonial – Angola, Guiné, Moçambique; Diário da Liberdade.

 

Livro publicado na Âncora Editora:

Viagem Circular